BackgroundDN
BackgroundDN
BackgroundDN
BackgroundDN
Desafio 2012
DNEscolas Apresenta-se
Kit de Apoio
Regulamento
O Meu DN
Links
 
Teresa Summavielle marcou presença na Escola Secundária de Fafe, no dia 6 de março de 2012, no âmbito do concurso DNescolas, onde elucidou os jovens sobre um dos dilemas mais preocupantes com que estes se deparam nesta idade tão inconstante: o consumo de drogas. Numa agradável entrevista, tivemos a oportunidade de conhecer um pouco do trabalho da nossa convidada, chegando mesmo a transcender o tema com importantes lições de vida. De entre as várias temáticas abordadas no decorrer da entrevista, destacou-se a legalização das drogas, tema tão controverso nos dias de hoje. A neurocientista mostrou-se contra, demonstrando com vários exemplos que "liberalizar não diminui o consumo, diminui
Antes de consumir pensa três vezes!
outros problemas, mas não o consumo". E reforçou ainda a sua posição com o caso paradigmático da Holanda. Para além do ecstasy, debatemos os efeitos do álcool, pois é, sem dúvida, a droga que a população em geral mais consome. De facto, ao contrário do que a sociedade pensa, o álcool não é menos prejudicial do que o ecstasy, dado que chega a destruir por completo os neurónios. No final, a neurocientista deixou ainda alguns conselhos aos jovens relativamente
ao consumo de drogas. A principal mensagem que retemos desta entrevista prende-se essencialmente com o facto de o consumo de ecstasy nem sempre ser o que aparenta. Numa primeira fase, os consumidores sentem uma grande empatia pelo mundo que os rodeia, contudo, num ápice, "os efeitos revertem-se completamente".
Do outro lado
"Primeiro é preciso vermos que quando temos alguém à nossa frente que consume ou que escolhe consumir um determinado tipo de droga, não devemos julgar logo à partida essa pessoa, porque há muitas razões que nos fazem iniciar o consumo de drogas e, normalmente, são coisas emocionais, do nosso interior, que são importantes e que nos fazem iniciar esse consumo. Devemos sim tentar ajudá-las a sair desse problema."