BackgroundDN
BackgroundDN
BackgroundDN
BackgroundDN
Desafio 2012
DNEscolas Apresenta-se
Kit de Apoio
Regulamento
O Meu DN
Links
 
O Eurodeputado Miguel Portas esteve na Escola Secundária de Caldas das Taipas num debate que juntou professores e alunos, acerca da situação política e económicas actuais, na Europa. Sobre as recentes medidas de austeridade, o convidado afirmou que são o "drama do país". Acerca da Grécia, Portas disse que apesar de os gregos serem parecidos connosco, são um povo mais de ação e não tanto de palavras. O eurodeputado deixou claro que a Europa tem sido uma "pequena tragédia" para nós, referindo que irá prejudicar países como a Espanha e a Itália, países desenvolvidos, mas, se mudar a política, a Europa pode ser uma solução. Afirmou ainda que quando entramos na CEE, não só deveriam ter sido
A Europa por Portas
igualados os preços aos dos outros países, como também as reformas e as pensões. Miguel Portas criticou o facto de o Banco Central Europeu, instituição para o qual todos os europeus contribuem, só estar autorizado a emprestar dinheiro a bancos e não aos países, sendo, então, obrigados a pedir um empréstimo ao FMI, com uma taxa de juro de 4% a 5% e não com uma taxa de juro a 1%, como acontece quando empresta a outros bancos.
Disse também que ao pedirmos o empréstimo à Troika, é ela quem decide o rumo desse financiamento, quando, numa democracia, deveria ser o povo. Por fim, quanto às medidas aplicadas por Passos Coelho, afirmou que não vão levar ao princípio do fim da crise mas sim "ao princípio do fim de muitas famílias portuguesas".
Entrevista relâmpago
A personalidade que mais o inspira é Nelson Mandela. A sua cor predilecta é, obviamente, o vermelho, assim como vermelha é também a cor do seu clube, o Benfica. A peça de vestuário são os jeans. A banda: Doors. O filme da sua vida é Apocalipse Now, o livro Margarida e o Mestre, a viagem de sonho foi uma viagem ao deserto. A citação favorita é uma frase de Lenine: aprender, aprender,aprender sempre.