BackgroundDN
BackgroundDN
BackgroundDN
BackgroundDN
Desafio 2012
DNEscolas Apresenta-se
Kit de Apoio
Regulamento
O Meu DN
Links
 
A Escola Secundária Alves Martins, em Viseu, foi, no passado dia 14 de Março, palco para o Dia DN, com a presença do Dr. Quintino Aires numa entrevista sobre bullying nas escolas. Nesta 2ª fase do projeto DNescolas, um projeto de educação para os media organizado pelo Diário de Notícias, o grupo Fantastic Four (constituído pelas alunas do 12ºano Inês Santos, Liliana Oliveira, Mariana Rodrigues e pela professora Ana Pinheiro) conseguiu a oportunidade de explorar as suas questões sobre o tema e de descobrir a perspetiva científica e surpreendente do Dr. Quintino Aires. A prévia análise estatística realizada a alunos da escola revelou uma baixa incidência da prática de bullying, porém, real.
Bullying: (in)formar para evitar
Focando-se nas causas do bullying e nos padrões comportamentais da vítima e do praticante, o convidado afirmou «É da natureza animal e não só humana, quando alguém se põe em posição de submissão, agredir». Realçou, ainda, o valor dos pais numa correta formação da personalidade e de uma boa autoestima, para que os jovens sejam emocionalmente fortes e enfrentem o «medo do mundo», não se tornando potenciais vítimas de bullying.
Também mereceu destaque a importância dada ao papel da escola e dos professores na formação pessoal pois, segundo o Dr. Quintino Aires, «O cérebro, metade é dos pais e outra metade é dos professores» e «A escola não é para aprender a ler, escrever e contar; a escola é para formar pessoas, cidadãos».
Plateia (in)formada
Da participativa plateia que contava com cerca de 250 membros da comunidade escolar, entre os quais alunos, professores, encarregados de educação e membros da Direção, muitos questionaram o Dr. Quintino Aires, nomeadamente acerca do propósito da legislação contra a violência escolar existente em Portugal, quando são as vítimas que, pela sua fraqueza, geram as situações de bullying.